quarta-feira, 14 de maio de 2014

Pedra Branca





A Escola Municipal Dom Pedro II está localizada na PEDRA BRANCA
RUA VEREADOR ADOLFO BARRETO, ANTIGA RUA DA IGREJA SN
no Povoado Pedra Branca, município de Laranjeiras.

Este povoado originou-se do engenho Pedra Branca, situado entre a margem esquerda do rio Cotinguiba até a margem direita do rio Sergipe. Possuía uma casa grande, o engenho de cana-de-açúcar e doze chalés habitados por trabalhadores da propriedade. O nome da localidade foi em virtude da existência de grande quantidade de pedra calcária exposta ao solo.

O açúcar era transportado do engenho em carros de boi pela estrada conhecida como “Passagem da Pedra Branca” (atual Rua da Igreja) até o Porto de Tunica no rio Sergipe, de onde era transportado em barcos e saveiros em direção a Maruim.

O povoado teve inicio com a construção de habitações próximas à estrada e às margens do rio Sergipe e também, através da exploração dos recursos naturais ali existentes, pedra calcária para a fabricação da cal: sal marinho; e extração de madeira das matas e manguezais para abastecer o engenho.

Em virtude do crescimento deste povoado, em 1975 foi inaugurada a Escola Municipal Dom Pedro II, na administração de Edvaldo Xavier Almeida, fazendo parte da Rede Municipal de Ensino.

Este estabelecimento de ensino oferece a Educação Infantil, o Ensino Fundamental de 1ª a 8ª série e EJA .

A Escola Municipal Dom Pedro II oferece uma estrutura composta de 09 (nove) salas de aula amplas para comportar no máximo 40 alunos, 2 (dois) banheiros para os alunos e 1 (um) banheiro para os funcionários, sala dos professores, secretária, sala de direção e cantina.

Os habitantes, em sua maioria composta de crianças e jovens. Os alunos cujos pais sobrevivem das atividades econômicas do comércio que se realiza por meio dos postos de combustíveis, do mercado, das oficinas mecânicas, dos armazéns, bares, da pesca, dos serviços domésticos, da agricultura de subsistência e da venda de frutas de estação. No artesanato: a confecção de redes de pesca, de bordados e construção de barcos.

A maioria dos trabalhadores deste povoado constitui-se de pescadores, trabalhadores braçais, mecânicos e lavadores de carros, por ser o local ponto de parada de transporte de carga. O povoada tem um pequeno comercio, pousada... 

Os habitantes mais antigos são, em sua maioria, analfabetos e os mais jovens entre 07 e 22 anos estão em processo de escolarização.

O povoado ainda tem outras escolas.


Um comentário:

  1. A Petrobras FAFEN-SE não é importante para este Povoado?

    ResponderExcluir