sábado, 20 de dezembro de 2014

INCLUIR SIGNIFICA

ACOLHER COM SENSIBILIDADE
ACOLHER
INVESTIR COM CRIATIVIDADE
MOTIVAR
ADEQUAR RECURSOS SUPERAR
OBSTÁCULOS.

“A alfabetização de crianças cegas vai além de ensinar a ler e escrever, é também com orientação do professor que essas crianças aprenderão a ler o mundo, o que proporcionará a elevação de sua autoestima e a busca de sua independência e autonomia, dando-lhes oportunidade, sobretudo, da conquista de esperanças sociais por sua competência acadêmica.”

Louise da Rosa Bento Saleu.






sábado, 15 de novembro de 2014

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

I GINCANA CULTURAL



ORGANIZADORES:


PARTICIPANTES;
Alunos do Ensino Fundamental Maior Da Escola Municipal Dom Pedro II
Local: Própria escola
Data: 29/11/2104
Horário:7h e 30 min. às 12h

Objetivo Geral:
Aguçar  o gosto pelos estudos de forma lúdica e criativa integrando todas as disciplinas.

Objetivos específicos:
·         Despertar, nos alunos, nas diversas áreas de estudo.
·         Incentivar o trabalho em grupo, a solidariedade e o senso de responsabilidade.
·         Desenvolver o raciocínio lógico e outros conceitos relacionados.


As atividades aconteceram em dois momentos;

I- durante a preparação que vai do dia 10 ao dia 14 de novembro de 2014 serão expostas para os discentes em sala de aula, pelos professores orientadores as regras gerais e as tarefas que serão realizadas na gincana.

II- Nesse período o professor orientará em sala de aula as tarefas da gincana com o intuito de familiarizar o discente as atividades expostas.

III- Dia 29 de novembro de 2014, realizações das tarefas pelas equipes.


REGRAS GERAIS

Todas as equipes deverão respeitar os outros adversários e o Regulamento da Gincana;

Os alunos deverão estar atentos às orientações e ao tempo de execução das tarefas, divulgados pela coordenação da Gincana.

Cada equipe deverá eleger alunos que ficarão responsáveis pelas diversas atividades da gincana.

O nome dos alunos responsáveis pelas modalidades deverá constar da ficha de inscrição.

A Gincana será encerrada no pátrio da escola com apresentação da última tarefa e divulgação da equipe vencedora.


Da Pontuação:

As tarefas terão pontuação diferente.
Ganhará pontos extras a equipe que tiver:
1.      O melhor grito de guerra;
2.      A torcida mais animada e mais disciplinada;
3.      A torcida mais criativa e organizada nas apresentações das tarefas
4.      Será avaliada a integração dos membros e o trabalho em equipe na realização das tarefas.
5.      A organização e o desenvolvimento das ações por parte dos alunos.


Perderão pontos a equipe que:
1.      Os alunos se desentenderem e/ou promoverem brigas; ( perda de 20 pontos)
2.      Os alunos não respeitarem os colegas das outras equipes; (perda de 20 pontos)
3.      Apresentar-se desorganizada nos momentos da Gincana; (perda de 10 pontos)
4.      Desobedecer ao comando do professor responsável.; (perda de 10 pontos)

OBSERVAÇÃO:
O não cumprimento das regras da gincana pode ocasionar a desclassificação da equipe.

Haverá critérios de desempate, definidos pela comissão do evento. A coordenação decidirá pela disciplina, organização, criatividade e harmonia dos grupos.

As atividades terão um determinado tempo para serem executadas.


DA PREMIAÇÃO

A equipe vencedora ganhará 3,0 pontos.

A outra  equipe  ganhará 1,0 ponto.

OBSERVAÇÃO: 
A pontuação será somada com a nota da IV avaliação em uma disciplina a escolha do aluno.



JURADOS:


*A comissão julgadora poderá ser formados por funcionários da escola e convidados;


Disciplinas
tarefas
pontuação
Língua Portuguesa
Soletrando
20
Recital de Poesia
10 a 20
Ciências
Desfile dos alunos com roupas feitas de materiais reciclados.
20
Geografia
Perguntas e respostas (Sergipe e Laranjeiras)
30
História
Cantar Hinos do Brasil, Sergipe e Laranjeiras
20
Inglês
Cantar música em Inglês
30
Artes
Desenhar caricatura de uma personalidade negra
20
Educação Física
Trazer no dia uma personalidade ilustre de Laranjeiras
30
Matemática
Construção de malha geométrica.
20
Atividade surpresa
20


Equipe A
 Equipe B
8ª A
6ª B
8ª B
5ª A
6ª A
5ª C
5ª B
Professores Orientadores
Carleide, Eloi, Patricia, Ricardo, Ezequiel, José
Gilma, Joyce, Rosilma, Vergniaud, Breno, Pedro

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

VIVA MUSSUCA

Vídeo feito pelos alunos da Mussuca, Laranjeiras-SE, mostrando um pouco da cultura e dos costumes de sua comunidade. Estão de parabéns.


sexta-feira, 4 de julho de 2014

terça-feira, 10 de junho de 2014

PROJETO: PATRIMÔNIO CULTURAL


TRABALHO FEITO PELOS ALUNOS DA 5ª SÉRIE C

 SOBRE A ORIENTAÇÃO DOS PROFESSORES CARLEIDE E RICARDO



VEJA TAMBÉM NO LINK ABAIXO O TRABALHO FEITO PELOS ALUNOS DA 5ª A, TENDO COMO PROFESSORES ORIENTADORES: BRENO E MAURÍCIO.

PROJETO: PATRIMÔNIO CULTURAL




domingo, 1 de junho de 2014

JOGO

PARA JOGAR É SÓ FORMAR PAR EM QUE A SOMA SEJA IGUAL A 10. PARA ELIMINAR AS BOLAS ANTES QUE ELAS ENTRE NO BURRACO.

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Pedra Branca





A Escola Municipal Dom Pedro II está localizada na PEDRA BRANCA
RUA VEREADOR ADOLFO BARRETO, ANTIGA RUA DA IGREJA SN
no Povoado Pedra Branca, município de Laranjeiras.

Este povoado originou-se do engenho Pedra Branca, situado entre a margem esquerda do rio Cotinguiba até a margem direita do rio Sergipe. Possuía uma casa grande, o engenho de cana-de-açúcar e doze chalés habitados por trabalhadores da propriedade. O nome da localidade foi em virtude da existência de grande quantidade de pedra calcária exposta ao solo.

O açúcar era transportado do engenho em carros de boi pela estrada conhecida como “Passagem da Pedra Branca” (atual Rua da Igreja) até o Porto de Tunica no rio Sergipe, de onde era transportado em barcos e saveiros em direção a Maruim.

O povoado teve inicio com a construção de habitações próximas à estrada e às margens do rio Sergipe e também, através da exploração dos recursos naturais ali existentes, pedra calcária para a fabricação da cal: sal marinho; e extração de madeira das matas e manguezais para abastecer o engenho.

Em virtude do crescimento deste povoado, em 1975 foi inaugurada a Escola Municipal Dom Pedro II, na administração de Edvaldo Xavier Almeida, fazendo parte da Rede Municipal de Ensino.

Este estabelecimento de ensino oferece a Educação Infantil, o Ensino Fundamental de 1ª a 8ª série e EJA .

A Escola Municipal Dom Pedro II oferece uma estrutura composta de 09 (nove) salas de aula amplas para comportar no máximo 40 alunos, 2 (dois) banheiros para os alunos e 1 (um) banheiro para os funcionários, sala dos professores, secretária, sala de direção e cantina.

Os habitantes, em sua maioria composta de crianças e jovens. Os alunos cujos pais sobrevivem das atividades econômicas do comércio que se realiza por meio dos postos de combustíveis, do mercado, das oficinas mecânicas, dos armazéns, bares, da pesca, dos serviços domésticos, da agricultura de subsistência e da venda de frutas de estação. No artesanato: a confecção de redes de pesca, de bordados e construção de barcos.

A maioria dos trabalhadores deste povoado constitui-se de pescadores, trabalhadores braçais, mecânicos e lavadores de carros, por ser o local ponto de parada de transporte de carga. O povoada tem um pequeno comercio, pousada... 

Os habitantes mais antigos são, em sua maioria, analfabetos e os mais jovens entre 07 e 22 anos estão em processo de escolarização.

O povoado ainda tem outras escolas.


quarta-feira, 23 de abril de 2014